domingo, 8 de maio de 2011

Como escolher os alimentos



O valor nutritivo dos alimentos depende de muitos fatores. Um deles é a época da estação ou da safra (para frutas e vegetais). O cheiro, a cor e a textura dos alimentos também vão influenciar seu valor nutritivo. Tudo isso deve ser observado na hora da escolha e da compra. Para evitar qualquer problema e garantir a compra de um produto saudável, siga essas orientações:

Produtos embalados

  1. Verifique o prazo de validade e outras informações que são importantes, como ingredientes utilizados, composição nutricional, modo de conservação e de preparo.
  2. A embalagem precisa estar perfeita. Não pode estar estufada, enferrujada, amassada ou rasgada.
  3. O produto não deve estar com a cor, cheiro ou consistências alteradas.
  4. Observe se o local de armazenamento está em boas condições, se as prateleiras estão limpas, os refrigeradores e freezers ligados e em temperatura adequada.
  5. Só compre produtos de origem animal com o selo de garantia do Serviço de Inspeção Federal (SIF), do Ministério da Agricultura.
  6. O produtor e/ou indústria devem estar identificados no rótulo, assim como o número de registro do estabelecimento.
  7. Se houver qualquer dúvida sobre o uso e conservação do produto, consulte o serviço de orientação ao cliente do local de venda e da indústria.

Carnes, aves, peixes e ovos
1.     Carne bovina e de porco - Quando frescas, são compactas, apresentam gordura branca e firme, cor vermelho-brilhante e cheiro agradável. Não compre se a carne estiver escura ou esverdeada, o cheiro for desagradável e não houver origem determinada e carimbo de inspeção do Ministério da Agricultura, denominado Serviço de Inspeção Federal (SIF).
2.     Carne moída - Se a carne já estiver moída, tenha a certeza de que a origem é segura e também inspecionada(SIF). Prefira a que já se encontra em embalagem e que contenha data de validade.
3.     Frango e aves - Estão bons quando a cor da pele variar do branco ao amarelo, a superfície for brilhante e firme ao tato. Verifique o carimbo de inspeção (SIF) e a validade.
4.     Ovos - Quando novos, têm a casca pouco porosa, bem limpa e sem rachaduras. Para saber se o ovo está velho, é só colocá-lo numa vasilha com água e sal. Se ele flutuar, é porque está velho. Não use o ovo também se a clara ou gema grudarem na casca, se tiver cheiro diferente, podridão ou sabor anormal.
5.     Peixe, camarão e mariscos - Estão frescos quando os olhos são arredondados, a guelra é vermelha, o cheiro é suave, a pele está brilhante e as escamas firmes. Se você apertar a carne, ela deve voltar à posição rapidamente. O camarão precisa estar com a cabeça presa ao corpo, a carapaça firme, o olho brilhante e o cheiro agradável.
6.     Miúdos (coração, fígado, rins, língua) - Estão bons quando a superfície é brilhante, firme ao tato e a cor é regular, sem pontos brancos. É importante também que não haja mau cheiro.
7.      Embutidos (salsicha, lingüiça, salame, mortadela, presunto) - A cor deve ser original, sem fungos ou corantes demais. Salsicha e lingüiça não podem ter bolhas de ar ou apresentar líquidos. Observe se o salame não tem bolor, está escuro demais ou endurecido pela perda de água.

Hortaliças e frutas
As hortaliças e frutas próprias para consumo não devem apresentar:
  1. Partes ou casca amolecidas, manchadas, mofadas ou de cor alterada.
  2. Polpa amolecida com mofo.
  3. Folhas, raízes e talos murchos, mofados ou estragados.
  4. Qualquer alteração na cor normal.
  5. Qualquer modificação no cheiro característico.
  6. Consistência alterada, esponjosa.
  7. Perfurações, enrugamento.
  8. Excesso ou falta de umidade característica.

Prefira as frutas e verduras da estação. Além de mais econômicas, conservam melhor os nutrientes.

O texto completo sobre encolha e conservação dos ingredientes pode ser conseguido em: http://www.turminha.mpf.gov.br/para-o-professor/para-o-professor/publicacoes/Cuidados-com-os-alimentos.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário